Os pisos vinílicos e os linóleos como alternativa à madeira - R. Bassani
  +55 (41) 3377-1500

Os pisos vinílicos e os linóleos como alternativa à madeira


Piso Vinílico

Os pisos vinílicos e os linóleos vêm sendo muito utilizados por arquitetos e decoradores em projetos de interiores por apresentarem padrões próximos aos da madeira e também pelos custos mais reduzidos. O piso vinílico é produzido a partir de resina de vinil (PVC), normalmente reciclada e possui sua superfície texturizada e estampada, imitando outros revestimentos. O linóleo é feito inteiramente de matérias-primas naturais, como juta e óleo de linhaça, sendo renovável e biodegradável. Para quem procura por soluções econômicas para revestimentos nobres, ambos são uma opção interessante. Conheça mais sobre estes materiais! Vamos lá?

Vantagens

A principal vantagem destes revestimentos é a instalação fácil, rápida e limpa, permitindo obras mais curtas e econômicas. Além disto, contribuem para o conforto térmico do ambiente, proporcionando uma alternativa mais aconchegante que os revestimentos cerâmicos, por exemplo. Ambos os pisos recebem tratamentos de proteção já durante a sua produção, sendo que o vinílico exige apenas a aplicação de cera durante o processo.

Instalação

A instalação dos pisos vinílicos e linóleos exige uma base de piso bem preparada, pois devido à flexibilidade destes materiais, as imperfeições podem gerar marcas nos pisos instalados. A instalação depende do modelo escolhido, que pode vir em placas, réguas ou mantas, cada uma exige um tipo de colocação. Normalmente, são colados com adesivos específicos, fornecidos pelo fabricante. Alguns modelos mais modernos apresentam, ainda, encaixe macho e fêmea, dispensando a utilização de cola na instalação.

Sobreposição de pisos

Antes da instalação, é aplicada uma massa niveladora ao piso, de forma a garantir que as imperfeições e juntas não apareçam sob o novo revestimento. Os pisos vinílicos e linóleos podem ser instalados sobre outros revestimentos, como: cerâmicas e porcelanatos. Sua instalação em ambientes, que apresentam pisos em madeira, exige a retirada destes, uma vez que podem apodrecer e comprometer o acabamento. O revestimento original dificilmente é preservado, quando da utilização das colas adesivas. Para a preservação deste, é recomendada a utilização das réguas com encaixa macho e fêmea.

Aplicação em áreas molhadas e paredes

Já existem no mercado opções de pisos vinílicos e linóleos voltados para áreas molhadas, como banheiros, cozinhas e áreas de serviços. Os revestimentos comuns, quando aplicados nestas áreas, podem apresentar descolamentos, manchas e bolhas, devido ao contato com a água e às infiltrações. Os revestimentos vinílicos e linóleos podem também ser aplicados em paredes, contribuindo para projetos de interiores ousados e modernos. A instalação deve levar em consideração as mesmas necessidades de uma superfície sem imperfeições, de forma a garantir a qualidade do acabamento.

Manutenção

Outra vantagem interessante deste tipo de revestimento é a facilidade de manutenção, que pode ser realizada no dia a dia, com vassouras de pelo e panos umedecidos. Pode também ser aplicada cera para conferir mais brilho ao piso. É importante estar atento, quando você arrastar móveis e eletrodomésticos para evitar riscos nos pisos. Uma boa dica é a aplicação de feltro nos pés dos móveis.

É interessante que a instalação de pisos vinílicos ou linóleos seja feita por mão de obra especializada, de forma que sejam identificados os pequenos problemas que podem prejudicar o resultado final.

E você, já tinha ouvido falar nos pisos vinílico e linóleo como alternativa à madeira? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

 


Categorias: Pisos, Pisos Vinílicos

Tags: