Mobiliário em drywall e outros detalhes arquitetônicos
  +55 (41) 3377-1500

Mobiliário em drywall e outros detalhes arquitetônicos


mobiliário em drywall

drywall é um sistema aliado da criatividade do profissional de arquitetura e decoração. Por isso pode ser uma ótima opção na hora de criar móveis e decorar a casa. É possível criar diversos tipos de mobiliário em drywall, como estantes, nichos, mesas, bancadas. Podem ser independentes ou integrados à estrutura. A flexibilidade das chapas também permite um trabalho de impacto estético diferenciado, principalmente pela utilização de formatos curvos nos projetos arquitetônicos.

Os setores de reforma e construção já descobriram no drywall o mais moderno sistema construtivo para parede e forros. A flexibilidade que oferece faz com que cada vez mais profissionais e proprietários de imóveis invistam nessas placas de gesso. Agora, o drywall está sendo aplicado na construção de mobiliários fixos ou embutidos na parede ou no forro.

Chapas comuns ou especiais

Além da chapa comum já permitir um certo grau de modelagem em curva, existem chapas específicas com melhor desempenho para esse objetivo. O tipo Flexboard é indicado para instalação de paredes, tetos e revestimentos em curvas, como cúpulas, abóbadas e elementos decorativos.

Como mobiliário fixo, o drywall permite criações como estantes e balcões de recepção. Para esse fim, é necessário estabelecer exigências de rigidez e estabilidade, além de levar em conta a estrutura e posicionamento das instalações elétricas e de telecomunicações embutidas.

É sempre bom lembrar que o mobiliário em drywall requer conhecimentos específicos acerca das possibilidades oferecidas pelo sistema. Por isso, para escolher como será seu no projeto, é essencial a ajuda de profissionais especializados e empresas com expertise na área.

Tendência ajuda o mercado de decoração

Alguns projetos de decoradores e de designers de interiores foram ajudados por essa tendência no sistema drywall. O profissional pode trabalhar cada peça e adaptá-la a todos os tipos de ambientes e espaço.

Fácil de montar, a parte interna da estrutura é construída em aço, com perfilados metálicos parafusados entre si e sobre as superfícies de fixação. No caso dos mobiliários, as superfícies são as paredes e forros, permitindo a criação de mobiliários integrados que deixam os projetos bonitos e funcionais.

Usos mais comuns

Os usos mais comuns do drywall na criação de mobiliários são na confecção de nichos, prateleiras e divisórias verticais que ficam com aparência de um conjunto integrado à parede. Combinar com outros materiais também é possível, como madeira ou vidro nas prateleiras.

A facilidade proporcionada pelo drywall também permite projetos mais bem executados para a iluminação. As fiações passam facilmente pelo interior das estruturas, possibilitando sistemas de iluminação embutida, dicroicas ou neon.

Mais uma vantagem do drywall na construção de mobiliário: ele recebe qualquer tipo de revestimento como papel de parede, pintura, revestimentos cerâmicos, melamínicos e madeirados.

Como já salientamos, para escolher como será o uso do drywall no seu projeto é preciso contar com a ajuda de profissionais especializados. É imprescindível que o trabalho seja realizado por empresa especializada nesse tipo de serviço.

E você, o que acha do uso do drywall na confecção de mobiliário? Não deixe de escrever pra gente!


Categorias: Arquitetura, Construção, Decoração, Drywall