Drywall: como lidar com problemas de encanamento?
  +55 (41) 3377-1500

Drywall: como lidar com problemas de encanamento?


Plumber installing pipes

A manutenção dos sistemas de drywall, inclusive para problemas de encanamento, é rápida e simples. Não há quebra-quebra dentro do imóvel e além disso o trabalho gera um nível muito baixo de sujeira e entulho.

Em caso de infiltração, o encanamento deve ser consertado o mais rápido possível, para não danificar todo o sistema. O profissional especializado demora em média um dia para realizar esse serviço.

Infiltração, o que fazer?

No primeiro momento, o vazamento é localizado. Se houver azulejos na área afetada eles devem ser retirados com cuidado. Utilizando um serrote de ponta ou estilete, é feita uma pequena abertura no local.

Após o conserto do encanamento, a parede em drywall será fechada com o mesmo pedaço de chapa que foi recortado. Se ele tiver sofrido algum dano, deve ser colocado um retalho de uma chapa nova.

As juntas devem ser recobertas com a massa específica, a mesma utilizada na montagem das paredes de gesso. Apenas quando a área já estiver seca pode ser feito o acabamento. Os azulejos, se houver, devem ser colocados utilizando uma massa própria para a sua fixação.

Manutenção interna

Existe o risco de romper a tubulação durante a manutenção interna, se o corte da chapa for muito profundo ou feito de maneira irresponsável. Busque profissionais especializados para realizar o serviço.

O corte da chapa, quando necessário, deve ser feito com um estilete ou serrote de ponta, sem utilizar uma serra. Isso evita que o interior da parede seja danificado pelo equipamento. Já quando for preciso fazer uma perfuração, tome cuidado para que o furo atinja somente a profundidade da chapa, impedindo que ele chegue até a tubulação.

Além de instaladores competentes e responsáveis, certifique de que qualquer atividade da manutenção seja realizada de acordo com o manual do proprietário. É ele que contém as informações sobre onde estão localizadas as tubulações, que devem ser evitadas durante o processo, assim como a capacitação técnica necessária para realizar cada atividade.

Instalação das chapas de drywall

Alguns problemas ainda podem ocorrer ainda na fase de construção das paredes e forros em drywall. Para evitar transtornos, a melhor alternativa é orientar todas as tubulações na direção vertical, tanto hidráulicas quanto elétricas. As tubulações nunca devem ser colocadas dentro das guias ou dois montantes, pois em ambos serão instalados parafusos na hora da montagem das chapas.

Uma solução para esse caso é inserir um anel metálico nos lugares onde há risco de perfuração. Durante o processo de aparafusamento, ao chegar nesse ponto os instaladores vão encontrar maior resistência e dificuldade em prosseguir com a perfuração. Esse é o sinal que naquele local específico não deve ser feito o aparafusamento.

O fundamental é que os profissionais responsáveis pela instalação sejam capacitados para trabalhar com esse tipo de sistema, reconhecendo logo que aquele ponto não suporta a perfuração.

Aparafusamento das chapas

Durante o processo de chapeamento, seja para instalação das paredes ou em alterações mais tarde, o profissional responsável deve utilizar sempre parafusos de comprimento adequado e proporcional. Confira alguns exemplos:

  • Para o chapeamento simples, o parafuso ideal é o T25, ou compatível com a espessura do perfil e da chapa. Devem ser passadas em média quatro roscas para dentro do perfil.
  • Para o chapeamento duplo, o parafuso ideal é o T35, ou compatível com a espessura do perfil e da chapa. Também devem ser passadas em média quatro roscas para dentro do perfil.

Em ambos os casos, é preciso tomar cuidado para que o interior da parede de drywall não seja danificado durante a perfuração.

Ficou com alguma dúvida? Escreva pra gente pelos comentários.


Categorias: Drywall, Manutenção e Reparos