Confira dicas para evitar erros na instalação do piso vinílico - R. Bassani
  +55 (41) 3377-1500

Confira dicas para evitar erros na instalação do piso vinílico


piso vinílico tarkett

Os pisos vinílicos, conhecidos como PVC e feitos por resinas vinílicas, minerais e compostos de PVC, ficaram, cada vez mais, populares no Brasil. Eles criam uma decoração aconchegante e clean para qualquer ambiente, além de ter boa absorção de som. Eles também trazem vantagens tanto no verão quanto no inverno. Ao contrário dos carpetes e do porcelanato, o piso vinílico não aquece como os carpetes e é mais aconchegante que o porcelanato, além de não dilatarem ou empenarem. Ou seja, é a opção perfeita para qualquer estação.

Semelhantes à madeira, os pisos vinílicos também podem ser instalados com outras cores ou estampas. Eles geralmente têm 15 anos de garantia dada pelo fabricante e são versáteis, pois podem ser utilizados em qualquer ambiente. Mas dependendo do ambiente, pode ser necessário usar produtos de linhas específicas, como acontece na instalação do piso em cozinha e banheiro. Este tipo de piso não é indicado apenas para áreas externas que recebem a luz direta do sol, pois podem desbotar. Existem três categorias de pisos vinílicos: em réguas, em placas e em mantas. Cada um desses formatos é ideal para ambientes específicos. Confira como evitar erros na instalação do piso vinílico:

Como fazer a instalação correta

Antes de qualquer procedimento, você deve saber que há dois tipos de instalação: com cola e com encaixe. A segunda opção é a mais recomendada, pois aceita o reaproveitamento de pisos em outros ambientes, deixando todo o processo mais ágil.

A instalação do piso vinílico é prática e fácil, mas o contrapiso não pode apresentar nenhuma imperfeição. Ele também deve estar limpo, seco, nivelado e firme. No momento de instalação, o profissional deve fazer uma vistoria no contrapiso e, caso seja necessário, recomendar alguma correção.

Se for feita sobreposição em pisos que já existiam, o piso vinílico pode ser instalado sobre vários tipos de pisos como porcelanato, cimento queimado ou cerâmica, porém a instalação para cada um deles varia. As exceções são o carpete têxtil e o piso de madeira natural, pois este pode vir a apodrecer. A instalação costuma demorar três dias, no máximo, e o ambiente pode ser ocupado logo em seguida.

Para que a instalação seja feita corretamente, é importante aplicar uma massa niveladora em cima do contrapiso, com mistura de cola PVA e cimento. Mas não se esqueça que a instalação sempre deve ser feita por um profissional, pois apenas ele será capaz de avaliar corretamente as condições de umidade do ambiente e tomar cuidados específicos para cada caso. É necessário, por exemplo, recortar pedaços de plástico, deixá-los em pontos do contrapiso e aguardar um dia para verificar se há gotículas ou umidade no lado em contato com a superfície. Há linhas específicas para ambientes úmidos. E a instalação desse tipo de piso não deve ser executada em área externa.

E não esqueça, as cores das paredes e decoração do ambiente devem pesar na hora de escolher o tipo de piso. Os com estampa e cores são mais comuns em quartos infantis ou outros ambientes informais, enquanto em ambientes como cozinha e sala, que devem ser mais neutros, é mais comum o uso de revestimento que emula madeira e mármore.

Após a instalação do piso, os móveis podem ser recolocados em seus lugares, pois o peso deles ajuda a assentar o piso. Após a instalação, os pisos podem se elevar em até seis milímetros. Riscos resultantes de movimentações de móveis ou tráfego do dia a dia não são comuns.

Cuidados específicos pra sobreposição em cerâmica, porcelanato ecimento queimado?

Nos casos de porcelanato e cerâmica, basta espalhar a massa niveladora para que o rejunte e qualquer imperfeição não fique visível e acabem, com o tempo, marcado o piso vinílico. Caso eles sejam brilhantes, deve-se utilizar um primer para melhorar a aderência. No caso do cimento queimado, é necessário picotar o chão para que a massa niveladora consiga ser instalada. Se a instalação do piso exigir que seja colado sobre outro piso, vale ressaltar que o piso original não poderá ser preservado, já que a cola utilizada na instalação pode prejudicá-lo.

Dicas para o pós-instalação do piso vinílico

Após a instalação, o piso vinílico pode ser lavado, desde que não fique submerso em água, pois isso enfraqueceria a cola. Isso é possível apenas nos casos de materiais especiais para banheiro e cozinha. A limpeza cotidiana deve ser feita normalmente com vassoura e pano úmido. Já a limpeza mais pesada pode ser feita com cera ou detergente neutro.

A primeira limpeza deve ser realizada cinco dias após a instalação. Esse tempo garante que o piso estará firme.  Evite usar palha de aço, solventes, saponáceos ou produtos químicos abrasivos para fazer a limpeza.

Seguindo todas as instruções, o piso vinílico tem tudo para conservar a aparência de novo por muito mais tempo.

Ainda está com alguma dúvida sobre o assunto? Não tem problema, faça sua pergunta nos comentários e leia os nossos posts no blog para se inteirar ainda mais sobre a instalação de piso vinílico!


Categorias: Acabamento, Arquitetura, Decoração, Pisos, Pisos Vinílicos