Como instalar uma parede de Drywall em 9 passos - R. Bassani
  +55 (41) 3377-1500

Como instalar uma parede de Drywall em 9 passos


instalação de paredes drywall

O Drywall conquista mais espaço, a cada dia, no mercado de serviços de construção, devido às vantagens que apresenta com relação aos sistemas construtivos tradicionais em alvenaria. Dentre dentre elas, o conforto térmico e acústico, o ganho de área útil no projeto e a facilidade para a realização de procedimentos de manutenção. O Drywall possibilita a realização de obras mais limpas e rápidas, possibilitando a criação de um novo ambiente entre 24 e 48 horas.

As paredes Drywall são compostas por perfis de aço galvanizado, nos quais são aparafusadas, em ambos os lados, placas de gesso acartonado. A simplicidade para a montagem desta instalação é um dos grandes benefícios do sistema. Como instalar uma parede de Drywall em nove passos? Vamos lá?

1. Marcação das paredes

O primeiro passo para a instalação de paredes Drywall é a marcação da posição onde serão instaladas. É importante lembrar que as paredes só devem ser montadas, quando o ambiente apresentar, no mínimo contra piso, teto e paredes de alvenaria prontas.  Para a marcação, sugerimos a utilização de um nível a laser, que permite a marcação direta de piso e teto. Caso você não possua este recurso, utilize esquadros, regras, trenas e uma linha como forma de marcar a posição das guias. Uma boa dica é utilizar giz ou linhas marcadoras.

2. Instalação das guias de piso, parede e teto

A partir das marcações, as guias devem ser instaladas no piso e no teto. Elas são aparafusadas, com um espaçamento de 60 cm entre os parafusos. O corte das guias é realizado com simplicidade com um alicate de mão.

3. Instalação dos montantes

É muito importante estar atento, durante a instalação dos montantes das paredes, já que sua paginação vai determinar a instalação das placas de gesso acartonado. Os montantes também são cortados com um alicate de mão e seu tamanho é determinado pela altura das paredes do ambiente. Caso a parede esteja localizada entre piso e laje, é importante que seja deixada uma folga de aproximadamente 5 mm. As distâncias entre os eixos dos montantes vão de 40 a 60 cm, e a instalação deve ser iniciada, a partir da extremidade das paredes para o meio, em paredes cegas, e do vão da porta para paredes com portas. Quando bem instalado, o Drywall permite a instalação de paredes com ótimo acabamento, é essencial estar atento à paginação dos montantes em obra, evitando o corte desnecessário de placas e pontos de emendas entre elas.

4. Montagem das aberturas

Portas e janelas devem ser confeccionadas de acordo com o projeto arquitetônico do ambiente. Estes pontos são reforçados através de montantes duplos unidos por face a face. Para esta etapa, é essencial que sejam considerados, além deste reforço, o nível e o tamanho correto das aberturas.

5. Instalação de um dos lados das chapas de Drywall

As chapas são, primeiramente, instaladas em um dos lados dos montantes. Antes de iniciar a instalação, confira as suas paginações para que elas sejam cortadas corretamente. O corte das placas é bastante simples: pode ser realizado com um estilete afiado e com auxílio de uma régua, pelo lado do cartão. Deve ser utilizada também uma lixa fina para remover as rebarbas. É importante que as placas de gesso acartonado sejam cortadas com 1,0 cm a menos para o acabamento das paredes Drywall. A distância vertical entre os parafusos deve ser de 25 a 30 cm.

6. Instalações elétricas, hidráulicas e outras

A possibilidade de embutir as instalações elétrica, hidráulica e de telefone, por exemplo, é uma das vantagens da utilização do Drywall como sistema construtivo. Assim, lembre-se de comprar caixas específicas para o sistema e faça furos alinhados nos montantes, seguindo as indicações dos projetos específicos.

7. Instalação de isolamento acústico

Outra vantagem das paredes em Drywall: o sistema de isolamento acústico em lã mineral ou lã de vidro é instalado dentro das paredes, preenchendo os montantes com os rolos de lã e fixando-os com fita.

8. Instalação das chapas de Drywall do outro lado

O fechamento das paredes é uma das etapas finais da instalação das paredes e deve ser realizado da mesma forma que o primeiro lado da parede, dando atenção especial às juntas, que devem ser desencontradas das juntas da linha de chapas do outro lado da parede.

9. Aplicação do rejunte

A aplicação de rejunte nas chapas e nos cantos é realizada com massa de Drywall com o uso de uma desempenadeira metálica de bordas lisas e uma espátula. São necessárias três demãos para que seja possível um acabamento liso e uniforme e é importante estar atento ao ponto da massa, já que todo o processo deve ser realizado com a massa úmida.

Gostou do conteúdo? E você, já conhecia os procedimentos de instalação de paredes Drywall? Compartilhe suas experiências conosco nos comentários!

 


Categorias: Construção, Drywall, Paredes em Drywall